sábado, 22 de agosto de 2009

Dos abismos cheios de sentimentos suicidas, se alguém te empurrar, se alguém que te amava te largou para a morte, de uma vez esses tempos ruins vão passar.
O mundo negro está contra suas costas, o gatilho das armas estão prontos e a morte meu amigo, ela vem aí. um tiro só. um tiro no coração que já andava despedaçado em mil pedaços de ilusões.
A necesidade de querer é mais forte do que o corpo. do que a mente.
esperar o tiro, até lá mil corações suicidas vagam por aí, sem sentido algum de existência.

Um comentário:

Juliana Canavezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.