quarta-feira, 13 de maio de 2009


sabe, andei pensando na minha vida, no meu ritmo, nas minhas amarguras e meus temores.
vi, que eu ainda sou fraco pra sustentar responsabilidades e aguentar tanto as indiferenças e mudanças de outras pessoas.
é tudo muito rápido, e tão rápido eu não consigo achar uma solução. não quero magoar, muito menos me magoar, mas também quero arriscar, tentar, fugir, seguir, mudar tudo em mim.
nem todo mundo é tão perfeito quando nós, que somos imperfeitos, tentamos buscar pessoas perfeitas, e tudo mais. (a maioria dessas pessoas que acham serem perfeitas, são prepotentes e infelizes pode ter certeza)
eu não quero sair escolhendo, buscando alguém que seja 'real', quero alguém que me faça realmente pensar e falar : "porra! isso é real?" e acabar comprovando que é, e tirando minha dúvida com clareza e com tamanho afirmamento, no final falar: "puta que pariu! é real!''
eu que eu quero mais é encontrar alguém que me faça feliz, porque eu cansei de ser uma pessoa que acredita nas pessoas e no final, acaba entrando mais em uma fria.
quem sabe, quem sabe..

2 comentários:

Diana Valentina disse...

sem medo, querido.
o medo deixa a gente na beira do abismo, sem saber se é bom voar ou não.
voa.

Juliana Canavezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.