segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

As vezes a vida deixa a gente besta, a ponto de imaginar tanta coisa e crer nela.
As vezes a gente fica voando com os coqueiros e com o mar que bate, rebate, depois bate de novo... A gente vai, anda, conversa e vê o por do sol... até um palio já deu um de carro 4x4.
É meu camarada, meu amigo, meu irmão... a vida só é bela quando a gente vive com quem realmente gostamos.Não importa quaisquer forças vindas de outros lugares, a gente está ali, somos amigos,irmãos, sangue, carne e unha.
Aqui o vento bate, ele vem com força e a gente fica com o cabelo todo deformado, mas isso não é nada.. pra quem amannhece na rua, aonde for... e sem ligar pro dia seguinte, outrora depois de tudo de novo.é isso.

aqui o sol vai, mas a gente fica esperando ele vir de novo pra olhar ele indo e esperando ele voltar todos os dias com um sorriso no rosto.

Um comentário:

Juliana Canavezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.